O verdadeira Aecio Neves e seu pupilo Antonio Anastasia do PSDB escondido e blindado por trás da mídia Golpista,e da imprensa censurada mineira e pela mídia convencional que ajuda a esconder a corrupção do PSDB
publicado por aecioneves | Domingo, 11 Dezembro , 2016, 18:39

Aecio Neves PSDB MG o Mineirinho
Principal responsável pela quebra da economia brasileira, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que lançou o Brasil no abismo ao não aceitar sua derrota eleitoral em 2014, irrompe com tudo nas delações da Odebrecht; ele é o Mineirinho, que recebeu nada menos que R$ 15 milhões do departamento de propinas da empreiteira; nesta semana, Aécio apareceu sorridente numa foto ao lado do juiz Sergio Moro, que reconheceu, ao ser alvo de protestos na Alemanha, que a imagem foi infeliz; Moro afirmou que não havia nada sobre Aécio na sua jurisdição; agora tem, pois, ainda que Aécio tenha foro privilegiado, isso não vale para seus tesoureiros

Minas 247 Principal responsável pela quebra da economia brasileira, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que lançou o Brasil no abismo ao não aceitar sua derrota eleitoral em 2014, irrompe com tudo nas delações da Odebrecht.
Ele é o Mineirinho, que recebeu nada menos que R$ 15 milhões do departamento de propinas da empreiteira. "No pedido de busca e apreensão da Polícia Federal da 26.ª fase da Lava Jato, a Xepa, Mineirinho é apontado como destinatário de R$ 15 milhões entre 7 de outubro e 23 de dezembro de 2014. As entregas, registradas nas planilhas da secretária Maria Lúcia Tavares, do Setor de Operações Estruturadas – conhecido como o “departamento de propina” da Odebrecht – teriam sido feitas em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais", diz reportagem do Estado de S. Paulo.
Nesta semana, Aécio apareceu sorridente numa foto ao lado do juiz Sergio Moro, que reconheceu, ao ser alvo de protestos na Alemanha, que a imagem foi infeliz.
Moro afirmou que não havia nada sobre Aécio na sua jurisdição, mas agora tem, pois, ainda que Aécio tenha foro privilegiado, isso não vale para seus tesoureiros.
Além dos R$ 15 milhões que recebeu, Aécio também intermediou o pagamento de uma propina de R$ 1 milhão para o senador Agripino Maia (DEM-RN), presidente do DEM, que também foi um dos líderes do golpe contra a democracia brasileira (saiba mais aqui).
A assessoria de imprensa do PSDB mineiro afirmou que R$ 15 milhões foi o total doado pela Odebrecht à campanha do PSDB em 2014, que o valor foi registrado no TSE e que Aécio “desconhece supostas citações em planilhas da empresa”.


publicado por aecioneves | Quarta-feira, 23 Março , 2011, 17:36

A "indignação" da oposição, incluindo o PIG (Partido da Imprensa Golpista), contra a violação do sigilo fiscal de demo-tucanos paulistas durou pouco.

Foi só até passar o prazo de validade eleitoral, com a derrota de José Serra (PSDB/SP).

A Receita Federal foi obrigada a revogar a portaria 2.166, que tornava mais rigorosas as regras para seus funcionários e de despachantes, terem acesso aos dados fiscais de contribuintes, porque o Congresso não votou a Medida Provisória 507 de 5 de outubro de 2010. Com prazo de vigência vencido, perdeu a validade.

Nem o senador paulista Aloysio Nunes (PSDB/SP), nem o mineiro Aécio Neves (PSDB/SP), se interessou em agilizar a votação.

As investigações da violação do sigilo da filha de Serra, de grãos-tucanos paulistas, como Eduardo Jorge Caldas Pereira, dos compadres de José Serra, Gregório Preciado e Ricardo Sérgio de Oliveira, apontaram para uma reportagem invetigativa do jornal Estado de Minas, ligado a Aécio, para neutralizar supostos dossiês feitos contra Aécio por serristas ligados a Marcelo Itagiba, segundo depoimentos dos envolvidos. Os bastidores desta história será narrado no livro "Os porões da privataria" do jornalista Amaury Ribeiro Junior.

Globo, Estadão, Veja e Folha pouco interesse demonstram com a queda da MP no Congresso, contrastando com o barulho que fizeram no ano passado. Preferem abafar o caso, para não reavivar na memória a guerra de dossiês entre as facções tucanas.

Estão mandando os leitores/espectadores esquecerem aqueles editoriais "indignados" e "reportagens" pedindo a cabeça do secretário da Receita Federal, da então candidata Dilma, e até de blogs (que noticiaram  outros documentos públicos a respeito da sociedade da filha de José Serra com a irmã de Daniel Dantas na Flórida, nada tendo a ver com dados de origem sigilosa).

Fica claro que o noticiário foi completamente corrompido, superdimensionado, conspiratório para mudar o resultado das eleições, e pararam de noticiar porque as eleições passaram e fugiram de aprofundar na notícia verdadeira: na guerra de dossiês entre serristas e aecistas.
Font:Blog Amigos do Presidente Lula


publicado por aecioneves | Sábado, 27 Novembro , 2010, 00:21
Depois da Troca de Dossiês entre os dois ,agora mais demonstração de divisão tucana,Simpatizantes de Serra hostilizam Aécio e de aécio hostiliza Serra torcendo para vitória de Dilma,Blog serrista repudia candidatura de espancador de mulheres,e troca de ofensas entre o PSDB de São Paulo e Minas Gerais.vejam:
aecio cunha neves votou dilma 13 presidente

Aécio neves é hostilizado por militantes Serristas

blog serrista ataca Aécio neves
 vejam a matéria reproduzida do Site Conversa Afiada do jornalista Paulo Henrique Amorim
"
Aécio vai para cima de Serra. Rachou !

 Saiu no Estadão, pág. A10:

“Disputa pelo poder abre crise interna no PSDB”

“Nárcio Rodrigues, presidente da seção mineira do partido, sai em defesa de Aécio Neves e avisa: os tucanos de São Paulo ‘vão ter que nos engolir’.”

Nárcio prosseguiu:

“Fomos extremamente respeitosos à fila, concordando que em 2006 era a vez de Geraldo Alckmin (SP), e, em 2010, de Serra (SP). Agora (2014) é a nossa vez (de Aécio)”.

reproduzido do Conversa Afiada :http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/11/25/aecio-vai-para-cima-de-serra-rachou/


publicado por aecioneves | Terça-feira, 16 Novembro , 2010, 10:47


Depoimento do jornalista Amaury Ribeiro Júnior na Polícia Federal revelou os bastidores da guerra interna tucana, de José Serra contra Aécio Neves.

Um grupo a serviço de Serra, comandado por deputado e ex-delegado Marcelo Itagiba, espionou e fez dossiê contra Aécio Neves, quando ele ainda fazia disputa prévia dentro do PSDB, segundo Amaury apurou.

O jornal "O Estado de Minas" contra-atacou fazendo a investigação sobre Serra, culminando com quebra dos sigilos fiscais de tucanos e da filha.

O jornalista descobriu operações prá lá de suspeitas de filha e do genro de Serra em paraísos fiscais, com o compadrio de Ricardo Sérgio de Oliveira, um antigo amigo de Serra e tesoureiro de suas campanhas, até envolver-se em diversos escândalos de corrupção no governo FHC, ligados às privatizações.

Confira a íntegra do depoimento na PF publicado pelo jornal Estadão:
http://www.estadao.com.br/especiais/2010/10/documento_amaury.pdf

Depois de fazerem tudo isso, ainda tentaram jogar essa história no colo da Dilma.


pesquisar neste blog
 
Maio 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


comentários recentes
é difícil entender por que esse gangster Aécio ain...
Esse Aécio parece que é protegido do judiciário br...
Gilmar Mendes suspende coleta de provas em investi...
Gilmar Mendes suspende coleta de provas em investi...
Vagabundo, fingido, nunca fez nada na vida a nåo c...
Vagamundo.
Que engraçado esses caras do PT... Só porque um de...
Fonte Revista veja, sem comentáriosOutra fonte que...
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agenci...
Tenho uma sobrinha que precisa de uma cirurgia nos...
mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds